Saiba Mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Instituto Presbiteriano Gammon
"Dedicado à Glória de Deus e ao Progresso Humano"
Trabalho de Física
Alunos: Amanda B. , Hewerton A. , Izzy M. , Mª Paula.
Professor: Sandro Gonçalves.

Ilusão de Óptica

Adaptação no Escuro


A transição da visão diurna - baseada nos cones - para a visão noturna - baseada nos bastonetes - não é instantânea. Tal fenômeno é denominado adaptação no escuro e depende de diversos fatores, entre eles: dilatação das pupilas, regeneração da rodopsina e ajuste funcional da retina, de forma que os bastonetes estejam mais disponíveis para as células ganglionares, uma vez que os bastonetes não são encontrados na fóvea, mas apenas na retina periférica.Em ambientes mal iluminados, por ação do sistema nervoso simpático, o diâmetro da pupila aumenta e permite a entrada de maior quantidade de luz. Em locais muito claros, a ação do sistema nervoso parassimpático acarreta diminuição do diâmetro da pupila e da entrada de luz. Esse mecanismo evita o ofuscamento e impede que a luz em excesso lese as delicadas células fotossensíveis da retina.
Você pode ver como isso ocorre, por esse curioso video, que mostra a Pupila se dilatando para se adaptar a escuridão.

Credito: Texto, Imagem .

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Total de visualizações de página

Seguidores